Meus olhares vão além de um único universo, passeio por sonhos, desejos, fetiches, sentimentos...olhando o mundo de forma livre...da forma como mulher que sou.
"A partir do momento que você descobre realmente a pessoa que você é, o que falam sobre você já não tem tanta importância assim." Caio F. Abreu

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Submissão e Manipulação


Duas palavras com significados diferentes mas que podem ser facilmente confundidas em nossos sentimentos, principalmente quando envolve vários fatores.
Na teoria tudo pensamos saber, acreditamos que iremos reconhecer e saber exatamente como agir caso algo parecido com uma manipulação vier a assombrar nossas vidas submissas...mas será que realmente sabemos? Estamos realmente preparadas para naquele exato momento ter discernimento e bom senso suficiente para a distinção necessária?
Parece fácil e simples mas não o é...são muitos fatores em jogo nesse momento, não basta teorias e “espertezas” que julgamos possuir, é preciso muito mais, é preciso nossos sentimentos e mentes estarem bem, num estado de foco incapaz de se distrair com tais persuasões que um bom manipulador usará para conseguir seu objetivo.
Uma manipulação nada tem haver com a submissão, mas pode ser facilmente confundida e vivenciada por uma submissa, acreditando ela estar vivendo o auge e mais belo momento de sua submissão, que tudo o que esta passando dentro dessa manipulação faz parte do jogo da D/s.
A submissão é feita sempre respeitando o consensual, os limites da submissa, nunca irá ferir sua auto estima ou lhe causar dor, não digo a dor física e sim a dor emocional, que corrói a cada dia até minar tudo o que você é, até que acredite que aquela forma de viver é a única e mais verdadeira.
A manipulação, esta sim causa males, as vezes de danos irreversíveis para a submissa. Causa a dor emocional, afeta o psicológico de tal forma que você não mais se reconhece, suas energias vão sendo sugadas pouco a pouco, e muitas vezes você percebe estar caminhando para um buraco sem fim mas continua pois acredita não ter nada melhor do que aquilo que lhe é oferecido, é convencida que o caminho que esta traçando é o melhor dentre todos, e deixa-se levar por tempo indefinido.
E porque isso acontece? Razões infinitas, mas uma delas é uma carência percebida pelo manipulador, carência que pode ser por vários fatores e de inúmeras razões, mas carência. O manipulador, o bom manipulador capta esse sinal e segue-o acreditando ter encontrado seu ponto chave, e o usa como desejar, pelo tempo e como desejar. Você acredita e se sente feliz e agradecida por ter encontrado alguém capaz de ver suas necessidades e anseios não apenas como submissa mas também como mulher que és, e que esta ali disposto a lhe ajudar, a preencher toda essa lacuna, atento a tudo que lhe diz respeito, mas todo esse “cuidado” nada mais é do que o interesse dele próprio, das necessidades dele...um egoísta sugador.
O manipulador encontra no BDSM a capa perfeita para seu jogo, um local onde poderá usar sua manipulação fazendo o outro acreditar que esta sendo parte da sua submissão, confundindo assim a mente da submissa, ela frágil, vivendo seu momento carente em algum setor, passa a ele todas as dicas e abre o caminho para que ele desfile de forma tranquila e sem temores. A submissão é apenas o caminho para se conseguir o que deseja, as regras do jogo BDSM não lhe são importantes porque seu objetivo de fato não é esse, é de apenas manipular, tirar vantagem de uma condição que você mostrou-se favorável....
E não pense: “isso jamais irá me acontecer...ou... vivo uma submissão verdadeira, onde meu Dono pensa e age de forma diferente de todos os demais, tem um jeito próprio e me completa como nenhum outro”...
A submissão e a manipulação vivem um caminho estreito e muitas vezes se esbarram dentro do BDSM, e saber distinguir cada um é difícil e complicado, mesmo porque as vezes conseguimos ver mas não queremos sair daquela relação, nos acomodamos a ela, temos medo de sair e ver o mundo BDSM como realmente é, criamos vínculos com nosso manipulador que nos impede de romper, acreditamos fielmente que ele irá mudar, que conseguiremos faze-lo ser diferente conosco e nos agarramos a esta ideia, que nunca acontece e o tempo vai passando e mais envolvidas dentro dessa manipulação ficamos. Nossa família, amigos...nada tem importância...apenas aquele ser é o certo, o melhor para nós, se necessário for romper com todos e tudo o faremos em nome da “submissão” que ele nos oferece...uma submissão que cabe perfeitamente em nossos desejos e anseios...uma submissão calculada e bem estuda por ele para que tenha sempre um plano para cada momento junto à ti, para que nunca perca o total controle manipulador sobre você.
A manipulação causa a dor, a tristeza, o sofrimento tanto para nós como para os que vivem ao nosso redor.
A submissão causa alegria, bem estar, leveza e todos ao nosso redor percebe o quanto estamos bem conosco mesmo e com os outros, pois distribuímos nossa alegria em tudo que fizermos. A dependência que a submissão causa é positiva, pois nos ajuda a pensar, refletir, ter discernimento e a usar principalmente nosso bom senso, apenas a manipulação anula tudo isso, nos torna dependentes de uma única pessoa de forma cega e doentia.
Saber a diferença entre esses dois termos e saber aplica-los em nossa vida submissa é um aprendizado, uma evolução que o verdadeiro Dom busca e incentiva em nosso caminhar submisso. É difícil mas não impossível essa separação, é um dos tantos desafios que temos que ultrapassar nesse caminho.
Estar sempre atenta e focada no que realmente deseja e em quem esta confiando sua submissão são chaves importantíssimas para o bom desenvolvimento da submissa que há em nós.

***********************************************
Caros amigos uma nova fase se forma em mim, estou me revisando, reconstruindo e me {re}encontrando. Não é fácil olhar nossos erros e mais difícil ainda é ter a coragem para mudar e seguir em frente, tirando desses erros o aprendizado necessário para uma nova vida, uma nova fase. Vivi meus erros, tive a coragem de reconhece-los e agora estou encontrando forças para viver o novo, viver uma nova mulher, uma submissa que de fato se conhece e assume seu papel sem medos ou inseguranças.
E esta fase requer mudanças, revisões e aprimoramentos...então estou tirando uns dias para compor toda essa nova estrutura, e é claro esse cantinho, nosso cantinho de muitos seguidores e anônimos, todos tão queridos... o nosso blog não poderia ficar de fora dessa mudança, dessa remodelagem.
Mudanças são necessárias em toda nossa vida, e aqui também passará por essa mudança, mas não tenho como fazer com ele aberto, seria até mesmo um desrespeito à vocês, sendo assim estarei fechando o blog por uns dias...apenas uns dias, prometo que dessa vez não será muito, nem terão tempo de sentir saudades rs
Serão pequenas mudanças...pequenos traços dessa submissa aqui que esta se descobrindo, aprendendo a lidar com tudo isso que vem acompanhado à submissão, esse desconforto que tanto me fascina e necessito.
Estarei fechando o blog no domingo, 12 de dezembro, e com certeza ele será reaberto com todo o brilho cristalino que vocês merecem, em alguns dias.

Beijos e até breve!!!!   


Ъყ Cristal

3 comentários:

sub_ ísis disse...

Querida cristal
nunca deixe de ser essa pessoa que conheço pic*, que sua mudança tenha retorno para que que a cada dia seja mais e mais feliz!
beijos iluminados***
volta logo,vou sentir saudades

sub_ísis

J disse...

é preciso voltar atrás

{umbra}_MD disse...

Apenas te deixo ..ir..na condição de ires num pé e vires no outro *pisc

Beijo doce,já cheia de saudades.

[umbra}_MD