Meus olhares vão além de um único universo, passeio por sonhos, desejos, fetiches, sentimentos...olhando o mundo de forma livre...da forma como mulher que sou.
"A partir do momento que você descobre realmente a pessoa que você é, o que falam sobre você já não tem tanta importância assim." Caio F. Abreu

quinta-feira, 18 de março de 2010

Desconstrução da Relação

Questionar desconstrução é tão importante quanto questionar a construção, por vezes os dois podem fundir-se, mas precisamos saber discernir e separa-los.

O que se propõem aqui é a reflexão sobre a desconstrução da relação e não da submissa. Uma submissa não se desconstrói, ela leva consigo tudo de bom e positivo que construiu e aprendeu dentro de uma determinada relação. Esse é seu caminho de aprendizado...uma evolução constante em sua vida.

Desconstruir nunca é bom, sempre marca e machuca, ambos saem perdendo, seja numa relação SM seja numa baunilha, a sensação de perda e vazio serão as mesmas.

A responsabilidade numa desconstrução do relacionamento é de ambos os lados, cada qual com sua parcela que lhe compete. Assim como construíram a relação cabe a ambos encontrar o melhor caminho para essa desconstrução.

4 comentários:

Um observador disse...

Pra variar, perfeita definição...

karyne disse...

Linda receber tua visita em meu blog é muito bom, poder fazer parte do Teu é uma honra, obrigada pelo carinho, fico muito feliz,
p.s. não saio mais do seu viu ? amo de paixão...

se me permitir a linkarei no meu tbém.

beijos carinhosos...
karyne Lêe

{jhessy}SANTIAGO disse...

cristal, que belo blog... parabéns!

agradeço sua visita ao meu cantinho também. sempre uma honra conhecer pessoas como você.

tb te acompanharei e, se permitir, adicionarei seu blog aos que recomendo *pisc*

terno abraço,
{jhessy}SANTIAGO

kalía * K@ * disse...

Querida cristal,

obrigada pelo convite para fazer parte desse seu lindo cantinho. Não li todos, mas gostei muito da sua forma de pensar expressa em palavras.

Concordo com você que submissa não se constrói, nem destrói, relacionamentos sim. Escrevi um artigo mais ou menos nesse sentido, depois confira.

http://www.mestreka.com/biblioteca/artigos/208-a-forte-condicao-fragil-da-submissa

Beijinhos