Meus olhares vão além de um único universo, passeio por sonhos, desejos, fetiches, sentimentos...olhando o mundo de forma livre...da forma como mulher que sou.
"A partir do momento que você descobre realmente a pessoa que você é, o que falam sobre você já não tem tanta importância assim." Caio F. Abreu

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Relações D/s..Virtuais ou Reais?!



Quantas subs vivem uma relação de meses sem sair do virtual? Sem partir para o olho no olho? Sem sentir o toque, o olhar de quem lhe domina frente à frente, sem ouvir a voz de comando ao pé do ouvido?
Vivem relações estritamentes teóricas e virtuais, sem a prática real...
 Lógico que a teoria tem sua importância, assim como o virtual é uma ferramenta importante, mas nada pode ser comparado a prática, ao por em prática todo o conhecimento e expectativas que geralmente decorre de meses de negociação.
Como realmente saber que a relação caminha ou não apenas baseado em teorias ou pelo virtual? Quantas vezes no virtual ou teoria tudo transcorre plenamente bem e na hora da prática rola montanha abaixo? Ou, o contrário, vai todo o tempo sem subir a montanha ou mesmo num sobe e desce constante, mas quando ocorre a prática ambos são surpreendidos e se encantam com total entrega e quimíca Dom/sub? Quantas relações terminam sem nunca terem chegado de fato a se consumarem, ou seja, sem sair da teoria?, não falo do tempo de negociação, este todos sabemos pode acabar, falo daquela relação plantada durante meses, onde já se consideram viver uma D/s.
Um olho no olho muda todo um percurso, altera rotas, é decisivo, negar esse momento é negar-se a entrega da relação de fato, é não vivê-la plenamente e sim em partes, pois sempre irá faltar algo.
Uma D/s se consolida nesse momento, no momento da prática, até então é conhecimento um do outro, teoria trocada, joguinhos virtuais...apenas à partir desse  momento é que de fato tudo se encaminha e dando certo aí sim os joguinhos virtuais ganham vida e dinamismo, as teorias trocadas terão seu devido peso dentro da relação.
A sub e o Dom se farão Dono e sub no momento em que um olhar no olho do outro e sentir que tudo o que foi até então planejado, sentido, estudado, compartilhado, agora ganha força na prática. Nasce assim a verdadeira D/s...ela sai do teórico, do virtual e ganha vida de verdade, torna-se real, verdadeira. A sub sente a felicidade de pertencer de fato, de ser possuída, de entregar-se...é a grande chance de mostrar toda a teoria na prática ao seu agora Dono e fazer-lhe o mais feliz dos Doms.
Uma relação que não sai da tela de um PC, que não desenvolve além da teoria não tem como sobreviver em toda sua essência, não tem como ser completa, é preciso o toque, a voz, o cheiro, o momento único onde ambos estejam juntos, onde o Dom mostra seu dominio e a sub o segue feliz e ansiosa pelo próximo comando, onde o prazer de ambos estejam presentes, o Dele em tê-la e o dela em pertencer-lhe, onde Dom seja feliz em dominar e sub em ofertar.
É como em uma escola, o aluno aprende o conteúdo mas este precisa ser testado em prática para ver se realmente aprendeu, não basta teorias bem elaboradas, e em uma D/s cada ser é único, cada momento é único, onde um simples olhar pode modificar tanto o comando como o executar, uma relação onde é tão importante esse contato, mesmo que sejam ocasionais por motivos diversos que nossas vidas reais determinam, mas eles devem acontecer, devem sair da teoria e ganhar vida real para que de fato seja chamada de D/s.
A relação D/s ganha vida à partir do encontro do Dom e da sub em situação real e não simulada pelo computador, ganha vida quando ambos se olham e tem a certeza do caminho escolhido, quando sentem que ali frente à frente encontra-se o Dono e sua submissa. Não importa se durante meses a possibilidade das sessões será limitada a uma quantidade minima, o que de fato importa é esse momento, que ele realmente aconteça para que possa ser chamado de relação D/s, para que o virtual sirva apenas como complemento e não como parte principal, e a teoria sirva para crescimento de ambos dentro do objetivo desejado e não como muleta de apoio para nunca sair para a parte pratica.
Relações D/s são sensíveis, mutáveis, engrandecedoras... mas necessitam de vida para continuar e essa vida não é uma fantasia, essa vida é real.

19 comentários:

{ÍsisdoEgito}JZ - Tua, somente tua disse...

Olá Atena,

bela reflexão a tua.

Sabe, desde que ingressei nesse meio, nunca acreditei em relações D/s virtuais, e após 4 anos e meio, mantenho a minha posição.

Aliás, nada que não seja real parece-me sincero...

Embora essa seja a minha opinião, não condeno nem discrimino quem acredita e viva uma relaçåo dessa forma, longe e principalmente, virtual, mas também não a chamo de D/s.

Enfim...

Beijos carinhosos,

ÍsisdoJUN

Anônimo disse...

Eu não soube enxergar os sinais...

aldrey disse...

Oie querida!!Acho que o olho a olho,diz mais,mas muitas relações podem se formar no virtual,não são todas que dão certo... bjs querida

Atena, simples assim disse...

Olá ÍsisdoJun,

Também não condeno quem o faça e se sinta bem e feliz assim, coloco aqui a questão da D/s, onde a concretização jamais acontece. Claro que entra vários fatores, até mesmo questão de mérito, mas chamar de D/s algo apenas de carater virtual não sei se cabe, bem está também é a minha opinião.

O real em algum momento se faz necessário e urgente, viver apenas dentro do virtual não deixa de lado questões cruciais de uma verdadeira D/s?!

Beijos doces!

Atena, simples assim disse...

ALDREY...

Olho no olho diz tudo sim, uma relação, principalmente as D/s começam a se desenhar aqui no virtual, aqui iniciam a negociação, enfim, o virtual é um dos desdobramentos, agora e quando essa relação não sai disso?! Quando o virtual não ultrapassa a barreira do real?!
Não é uma questão apenas de ter ou não sessão e sim do processo todo envolvido para se chegar até uma D/s de fato.
Dono, D.Eros, sempre falou-me muito da questão do mérito, que a sub tem sua sessão por mérito, e Ele nunca agiu de forma diferente quanto a isso, sempre fomos bem sinceros em todas as questões dentro de nossa relação, mas será que toda D/s que não sai do virtual é por questão de mérito da sub?!

Beijos, linda!

Anônimo disse...

Te peço desculpas por ter tido pensamentos errados a seu respeito.

Parabéns por suas atitudes...

Anônimo disse...

Obaaaaaaaaaaaaa atena está de volta!

Seja bem vinda novamente, q está volta seja feliz e completa, q em breve todos os seus sonhos e desejos se tornem reais, e q sua felicidade no meio SM seja completa com seu Dono.

Felicidades!

Milla _de Morpheus disse...

Lindonaaaa!!!!

Tou chegando! e levando flores... Para a gente decorar esa casa toda e perfumar esse evento que é o encontro do bem.
Mas além das flores, levo meu abraço, o sorriso, o beijo e toda a ternura que sinto por voce, que é muito especial...

Agora, lindona, vamos combinar. Não é fácil mesmo não, viu? Eu sei que moro longe, longe e a relação que vivenciei/vivencio sofreu muito por isso e perde muito tambem. Mas uma coisa é certa. Está entregue e vvivenciar o que foi negociado realmente é o que caracteriza a relação...
Mas considero que mesmo encontrando o Dono poucas vezes durante o ano, vivencio uma D/s maravilhosa, cheia de tesão, respeito e cumplicidade.

Adorei te encontar aqui, nessa casa que é de sua responsabilidade cuidar...

Beijo no coração.

EU SOU NEGUINHA disse...

O olho no olho é fundamental..ai tudo se consolida,se concretiza e enfim,torna-se completo..
Beijos linda menina

{Nega}_(V)

{khel}_Dom Shibari RS disse...

Vim conhecer melhor o seu cantinho e me deparei com esse post mto bom!
Eu vivi uma relação como vc citou, enquanto virtual deu mto certo, quando passamos para o real....as expectativas criadas com tantos anos de bate papo foram perdidas e sofridas..uma pena.
A minha relação hoje em dia já é mto mais real, mesmo que a gente não consegue se ver com a frequência que desejamos, mas quando nos vemos...é mágico!
Adorei seu post! bjss

Anônimo disse...

Quanta chatice.

Atena, simples assim disse...

Querido(a) Anônimo(a),

Você nem ninguém é obrigado a gostar do que eu escrevo nem tampouco a estar aqui, se acha chato é simples: não perca seu precioso tempo entrando aqui e mais ainda comentando, aproveite-o de forma menos chata e seja feliz.

Beijos!

Anônimo disse...

Atena.

Não dê audiêcia. Apaga o comentário dele(a), e ignora... Não perca seu tempo respondendo.

Anônimo disse...

Quanta baboseira. Parece que você e seu Dono não vivem o BDSM real, olho no olho como você diz, e a única coisa que vocês fazem é escrever textos chatos e que já encheram a paciência dos leitores.

Sabe o que parece que falta para vocês dois? Não é o bom e velho BDSM como dizem, e sim a boa e velha FODA, falando o português claro.

O caminho de perséfone core disse...

Nunca vivenciei algo assim...já caí nesse mundo, de surpresa. Nunca procurei um Dono, sequer sabia das práticas, a teoria, os nomes (até hoje não sei).

Foi tudo tão confuso e "assustador" que fiquei longe do Dono, por meses e nesse meio tempo, confesso que nossas conversas virtuais, ajudaram e muito. A partir delas, meus medos foram se dissipando, e as coisas foram naturalmente acontecendo.

A virtualidade é algo bem relativo, ela é de grande ajuda para manter a conexão, para aquelas que moram longe de seus Donos e estabelecer uma certa intimidade. Isso pode durar meses ou anos, pois pessoas tem seus próprios relógios e universos. Mas chega uma hora que não dá, é preciso sair desse mundo contido e sentir na pele tudo aquilo que fica apenas na imaginação.

A derradeira hora, sempre chega, quando percebemos que a vontade de viver é bem maior - muito maior - que a própria virtualidade.

Atena, obrigada por trazer reflexão. Muitos podem não concordar contigo (não nascemos para agradar a todos)...mas na vida, precisamos conhecer, saber e desse conhecimento, tirar o encantamento necessário para continuar.

Beijos!!!
{perséfone core}_DC

Louize disse...

Sinceramente não sei o que pensar ou em que acreditar. Vejo seu perfil no orkut, leio-o e tudo o que nele está escrito é verdadeiro, ou pelo menos deveria ser pois bate com a minha história, com o que eu vivi junto a Eros, mesmo tendo sido por pouco tempo, e nunca nos falamos antes então como vc saberia? só se alguém que soube o ocorrido lhe falou mas mesmo assim é muito improvável pois apenas uma grande amiga sabia, uma ex sub dele tb. Mas chego aqui e leio suas palavras, ou pelo menos deveriam ser suas, já que no orkut diz não ser vc a autora e sim ele.
A lógica que encontro aqui é, se for vc quem escreve mesmo aqui, vcs nunca tiveram uma real, nunca passaram do virtual, e aquele virtual onde ele sempre esconde o rosto, nunca se mostra a sub, pq se fosse diferente, se vc mesmo vc as palavras não seriam tão suaves qto a ele, vc conheceria seu lado vil e violento que quem esteve olho a olho com ele, como eu e essa outra sub, conhecemos. Vc saberia dizer como ele age numa sessão, não precisava nem relata-la mas colocaria palavras que levassem os leitores a essa confiança, sendo vc uma escritora de mão cheia como é, e isso não acontece, as margens que deixa sobre a dúvida de uma sessão real é gritante o que me leva novamente ao inicio, em quem acreditar?
Como ter certeza absoluta que aqui é vc e lá uma fake, qdo essa fake fala de sessões, veja não uma sessão como eu mais várias, onde a violência se caracterizou abertamente?! Digo isso pq eu vi esse homem na minha frente infelizmente, trago ainda hj as marcas emocionais de tudo que passei naquele dia, e vc? Será que aqui não estamos falando com o próprio Eros, pensando ser vc? Se a relação de vcs é tão boa como diz, se vc se afastou por motivos baunilhas então não seria agora o momento de voltar? Mas se voltar e com o tipo de relação que vcs tem, por terem terminado por questões meramente baunilhas, óbvio que voltará como atena de Eros, certo? não caberia voltar com esse papo de amizade, que veio apenas para resolver está questão, uma questão onde vc não é acusada em nenhum momento, pelo contrário, a atena pode voltar qdo quiser sem nem nada falar sobre isso e acredito será bem vinda no meio, pq as acusações são contra ele, é o nome dele no fogo e não o seu, pelo contrário vc seria acarinhada como supostamente esse ou essa fake vem te colocando.
Então pq a atena de Eros não volta e fala quem é de fato o vilão disso tudo, mas é claro aquela atena verdadeira, que conhece de fato Eros, que esteve frente a frente com ele, que o olhou nos olhos, sentiu o peso de suas mãos mas na medida certa, sem nenhuma violência não consentida, pq até agora a fake parece conhecer bem mais desse Eros do que está que escreve aqui, se é mesmo uma atena que escreve aqui, eu não duvidaria ser Eros atras destas linhas, não duvido que ele seja capaz de nada, dele espero tudo e sempre o pior, isso é certo, é real, pois vivi isso, e vc viveu? teve seu momento olho no olho e pode dizer que eu estou errada ou que foi apenas um momento de descontrole comigo que ele teve? Sabe ainda guardo uma ou duas fotografias que essa amiga tirou de mim, o estado que fiquei, ela fez isso querendo me convencer a denunciar mas meu medo falou muito mais alto e me calei, calei até ver uma atena de fibra e coragem falando tudo o que eu e ela sabemos ser verdade. Nós três conhecemos a verdade ou vai me provar que não?
Como terminaram numa boa, sem problemas envolvendo o BDSM é coerente que vc retorne e ao seu lugar de fato, que deixou ao se licenciar como diz em outro texto aqui, o lugar de atena de Eros, de outro modo realmente caracteriza desconfiança, então não foi apenas motivos baunilhas a sua saída, teve algo sim dentro da relação nao foi?
Quero muito e acredito como várias outras pessoas entender tudo isso, mas posso falar por mim, pelo que eu passei, pelo que as fotografias que tenho me mostram toda vez que olho para elas, e vc o que tem a mostrar de fato?
Afinal é ou não é atena de Eros?

Um bom domingo e muito boa sorte!

Louize.

Atena, simples assim disse...

Cara Louize,

Muito obrigada por sua visita tão rica e esclarecedora, mas talvez fosse bom atentarmos em certos detalhes.
Também não sei em que acreditar, afinal você reaparece do nada, como um fantasma, deixando seus perfis totalmente as moscas, perfis estes que logicamente você tem acesso e poderia ter removido e nunca nem isso o fez.
Outra, que confusão você faz em sua leitura entre mim e a fake, poderia se decidir de quem fala afinal?
Se realmente tivesse lido o blog mais atentamente saberia que não exponho minhas relações, estas são feitas e vividas no reservado, cabendo apenas aos participantes envolvidos. Espantoso foi você guardar isso que diz ter te ocorrido todo esse tempo, sua parada data do inicio de 2010, estamos no inicio de 2012, só agora lembrou de algo tão marcante em sua vida? Isso me é assustador e a você, não?
Sabe uma coisa você colocou corretamente, NÓS CONHECEMOS A VERDADE e eu conheço Dono, e não foi um momento, alguns papinhos, temos muito além disso, só que nunca precisamos de publicidade para tal, ao contrário de você e seus amigos, que vivem a se auto promover as custas dos outros.
Minha saída caberia apenas a mim e a Ele, porém vcs insistem para essa explicação que já foi feita e refeita aqui mesmo, podia ter lido um pouco mais o blog e não superficialmente, a explicação mais detalhada é feita a quem de fato se deve e ao contrário de vocês tenho amigos, que nos conhecem, que convivem conosco dia a dia, que não se limitam a add em perfis sociais por meros números.
Vocês invadem nossos espaços, falam o que bem querem e depois saem como vítimas perfeitas, notável isso, e são tão criativos que usam frases minhas, ideias minhas soltas e colam onde lhes convêm.
Veja sua contradição: fala de um fake, diz acreditar que este blog é escrito por Dono, e mesmo assim fala o tempo todo comigo, atena, hora se é Eros que escreve pq fala com a atena?
E para finalizar, sim, SOU ATENA DE EROS, agora e vc quem é?

Leve consigo os seus espinhos aqui deixados.

atena de Eros.

Anônimo disse...

Deixa de ser idiota garota, pare com essa história.
Tu naum é ATENA DE EROS coisa nenhuma, desperta garota. Ele vai te usar pra sair dessa roubada q ele tá e depois te descartar como se tu naum fosse nada, como alias ele ja fez, agora só ta te usando de novo pra tentar se salvar dessa lama q ele caiu, acorda, deixa isso de mão, ele naum merece naum. Qdo a barra tiver limpa quero ver vc ficar ai esnobando ser ATENA DE EROS kkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Vc ñ aprende ñ é mesmo? EROS te usa, te faz de idiota pra todos e tu continua ai se dizendo ATENA DE EROS!
Ñ vi nada q demonstre isso menina, ou estou enganado ou seu perfil É ATENA,SIMPLES ASSIM?
Pois é caia na real, o cara tá mais sujo q pau de galinheiro, ninguem acredita nele, ñ demora vai te pedir ajuda, socorro pq nele ninguem confia mais, mais ñ pense vc q com isso vc voltará a assinar como de EROS, isso nunca mais, ele te usou, chutou fora. Me diz até hj com qtas ex subs dele vc já falou, já teve contato? Agora é q surgiu essa tal de louize se dizendo ex qq coisa dele e com uma história de arrepiar, q suja ainda mais o curriculo já todo sujo dele. Menina o cara é uma chave de cadeia. Sabe o q vejo? vc sendo a única q pode ajudar ele, tirar ele dessa lama, dai ele esperto q só vai saber te usar pra isso mais é claro sem se comprometer com nada, onde vc estará por conta propria, sendo apenas a atena amiga em auxilio ao lindo e adorado ex dono rssss dai qdo tudo estiver limpo pro lado dele...outro chute bem dado no seu traseiro, daqueles pra vc sumir do planeta. O q pelo menos se espera de um DOM honrado e integro no caso de um afastamento da sub por motivos bau e nada haver com a relação é q qdo ela volte, volte como sendo do mesmo Dono a q deixou, essa é a lógica qdo vc mesma diz aqui q tirou uma licença apenas, q ele é o q sempre quis num dono, q a relação de vcs é maravilha, nada q demonstre um rompimento e ele tb vive confirmando isso, então alguem me diz se estou errado? q ñ é pra desconfiar da coisa toda e do cara qdo a sub licenciada reaparece num momento critico pra o Dom sem portar novamente sua coleira? só falta vc aparecer com outro Dono, ai sim tudo se confirma, ai todo mundo vai deixar de ter duvida pra ter certeza q vc apenas tentou ajuda-lo mais q ele ñ presta.
Q situação a sua....tenho pena de ti nesse momento.