Meus olhares vão além de um único universo, passeio por sonhos, desejos, fetiches, sentimentos...olhando o mundo de forma livre...da forma como mulher que sou.
"A partir do momento que você descobre realmente a pessoa que você é, o que falam sobre você já não tem tanta importância assim." Caio F. Abreu

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

A SERVILIDADE



Essa é a palavra mestra da vida de uma submissa, “SERVIR”.


Eu julgava saber exatamente o sentido dessa palavra, toda sua essência e implicação, mas tolamente estava errada. O servir é muito além de um momento de sessão ou trocas de mensagens sem nenhum objetivo ou foco, feito apenas porque manda a “norma” para alguns que se dizem “doms”, vai no fundo de nossas mentes e sentimentos, sucumbe nossos próprios desejos egoístas, porque servir é doar-se por prazer, pela simples felicidade de ser feliz realizando a felicidade de outro que não você mesmo.


Mas o verdadeiro servir ocorre de forma consciente, madura e equilibrada, servimos porque sentimos um prazer imenso com isso, não é uma obrigação ou imposição, acontece de forma natural e espontânea, livremente. E também não acontece o desejo de servir a qualquer pessoa mas Aquela que lhe transmite toda confiança, respeito e segurança, aquele Dom que tem a medida exata para sua submissão, uma escolha instintiva à quem servir, uma química que precisa existir entre ambos para que tudo transcorra prazerosamente e com o objetivo esperado alcançado.


Estou ainda no começo desse aprendizado, acredito que ainda há muito para aprender, mas a cada dia mais entrego-me a essa sensação que floresce em mim à cada vez que sirvo ao meu Senhor, o prazer que sinto em poder servir-lhe cresce dentro de mim e deixo fluir livremente uma sensação que me causa tamanha alegria e satisfação.


Tenho em mim essa necessidade, a necessidade de servir, é servindo que me sinto completa, viva, realizada e feliz. Um servir muito diferente do que até então vivi ou experimentei, baseado hoje numa postura mais focada e equilibrada.


Talvez seja a primeira vista um pouco complicado, pois para servir precisa estar além da simples vontade de fazê-lo, é necessário sentir prazer com isso, saber ceder e colocar-se em segundo plano e sentir-se feliz com isso, lógico que não de forma imatura ou cegamente, daí a importância de se conhecer bem a quem se esta servindo e confiar Nele, pois ao servir Alguém entregamos nossos desejos e necessidades em Suas mãos para que use da melhor forma possível a trazer felicidade à ambos, a felicidade Dele em ser servido por você e a sua em servi-Lo da melhor maneira, sempre se aprimorando e buscando aprender para melhor fazê-lo.


Vejo, às vezes, uma certa confusão ou distorção acerca da servilidade, pessoas, tantos as que se dizem doms quanto as que se dizem subs, acreditando que servir é sinônimo de sexo bem feito acrescentado de uns tapas ou algum tipo de dor e nada além. Ora se isto é servir o que é o BDSM? Para que usarmos tal sigla? Bastaria nos satisfazermos sexualmente, cada um com seu fetiche e pronto. Servir é mais...transcende o basicamente sexual. Servir em momentos em que até mesmo você não consegue entender o porque de tal tarefa mas que o seu Dono sabe exatamente onde quer chegar, e você simplesmente aceita e o serve da maneira mais feliz por saber que nada que Ele lhe faça será prejudicial para você ou para relação que tenham, pois sua confiança Nele lhe conduz a esse caminho, a essa entrega. Servir estando sempre atenta as Suas necessidades, aos Seus desejos, atentando-se a cada detalhe, a cada gesto, palavra ou olhar que Ele emita em sua direção. Servir consciente que para Ele é importante ter ao Seu lado uma submissa pensante, inteligente, que busca constantemente aprender e aprimorar-se mas sempre em seu papel, sem perder-se em ostentação, orgulho ou vaidades, colocando-se sabiamente em seu lugar. Servir independente do número de outras subs que seu Dono tenha ou venha a ter, afinal Ele se for responsável e sério saberá conduzir essa relação de forma harmônica, sempre a acrescentar e nunca a dividir. Servir sempre e como Ele desejar, aí estará a sua felicidade. Difícil? Não, apenas requer o desejo, o tesão por servir Aquele que lhe possui e cuida, lógico que não teremos flores todos os dias, pois até mesmo a mais linda rosa tem seus espinhos e estes são extremamente necessários para compor sua beleza.


Quando servimos pensamos no outro como fonte principal de prazer, esse é o papel da submissa, é exercendo esse papel que ela se sente realizada, um papel limpo e claro onde não há o que se questionar, simplesmente pelo fato de que essa é a necessidade para sua submissão se realizar plenamente, um servir não limitado ao prazer sexual, um servir que vai muito além disso, em pequenos gestos que agrade ao outro, que o complete e faça seus olhos faiscarem de tanta felicidade pelo ato de sua entrega, pela confiança que você tem em Sua condução na relação.


Servir é um ato de altruísmo há quem tanto respeitamos e acarinhamos...e eu estou tendo a chance de aprender isso a cada dia desse novo ano.
Bყ § cristal §

8 comentários:

Luis Nantes® disse...

Bom, acho que cada deve servir como pode ou como quer, certo? Cada um é cada e pronto... Mas valeu sua postagem, vamos aprendendo, aprendendo, levando e empurando...
Beijos minha linda

dog pet disse...

muito bom é isso mesmo!!

bjoss...

{jhessy}SANTIAGO disse...

realmente servir vai muito além do "fazer"... para mim está mais relacionado ao "ser"..
beijos amiga! belo post

Izabel disse...

Belo texto querida Cristal...

Te desejo muita sorte e sucesso neste novo aprendizado pois és uma menina encantadora e merecedora de todas as alegrias e realizações que uma relação D/s pode proporcionar...

Beijos com carinho...

Izabel ;)

Izabel disse...

Belo texto querida Cristal...

Te desejo muita sorte e sucesso neste novo aprendizado pois és uma menina encantadora e merecedora de todas as alegrias e realizações que uma relação D/s pode proporcionar...

Beijos com carinho...

Izabel ;)

sub_ ísis disse...

Amiga que lindo está tudo aqui!

deve de ser a sua algria refletida no novo, no momento especial.
Venho te desejar que tu sirva, sirva sim, com muita entrega devoção, e que seja abençoada
te quero bem amiga, e só te desejo boas vibrações!
beijos iluminados

sub_ísis

Lord Bondage disse...

Srta cristal...

Seu texto é um dos mais belos e perfeitos que já li sobre a servidão.

Meus sinceros parabéns!

aldrey disse...

oi tem presente p vc no meu blog um selo bdsm
bjs